Perve Galeria

Exposições

The Sound of Creation by Beezy Bailey and Brian Eno | 15.3 > 8.6.2016

bbEno banner-1A2

  

PERVE GALERIA | Localização: mapa | HORÁRIO: 2ª feira a Sábado, das 14h às 20h 
ATENÇÃO: EXPOSIÇÃO PROLONGADA ATÉ 8 DE JUNHO!

PT |A 15 de Março, dia exacto em que se cumpriu o 16º aniversário da instalação do Colectivo Multimédia Perve em Alfama, inaugurou na Perve Galeria a exposição “O Som da Criação. Pinturas sonoras por Beezy Bailey e Brian Eno". A mostra, criada inicialmente para ser apresentada no Conservatório de Música de Veneza, onde esteve patente durante a última edição da Bienal de Veneza, é agora reorganizada para apresentação em Portugal, prestando tributo a uma das personalidades artísticas internacionais mais relevantes, David Bowie, que, para além da forte relação de amizade que manteve com os dois autores desta exposição, com eles desenvolveu prolífica e intensa colaboração quer a nível plástico, quer a nível musical.“O Som da Criação” resulta assim da colaboração criativa entre o artista sul-africano Beezy Bailey e o reputado compositor, musicólogo e artista visual, Brian Eno, apresentando um conjunto alargado de pinturas acompanhadas por músicas compostas especifícamente para essas obras pelos dois autores.Nesta produção, os três curadores, Carlos Cabral Nunes, Francesca Giubilei e Luca Berta, juntamente com os artistas, propõem uma incursão pela arte, motiva na assimilação e introspecção reflexiva sobre o quotidiano perene de vivências crepusculares, emotivas, inolvidáveis. No espaço da galeria, a exposição progride de forma vertical, com as obras a serem exibidas ao longo do percurso que a arquitectura da galeria proporciona.Como resultado, o visitante é guiado numa incursão física, emocional e convidado a submergir numa experiência criativa proporcionada pela confluência narrativa e sensorial dos dois artistas, consubstanciada, no caso, em 40 pinturas que apresentadas, em determinadas obras, com peças musicais criadas especificamente para que a pintura seja também audível. Pinturas sonoras, afinal, num misto de exaltação e força superlativa. Patente até 28 de Maio. PROLONGADA ATÉ 8 DE JUNHO!

 
bbEno banner-B2
 
PERVE GALLERY | Until June 8 | Hours & Admission: Monday to Saturday - 2:00 p.m.-8:00 p.m. |Getting here: map

EN | On March 15, in the exact day of the 16th anniversary of the installation of Collective Multimedia Perve in Alfama, opens the exhibition “The Sound of Creation” by Beezy Bailey and Brian Eno. The show, held by Perve Gallery, was created originally to be presented at the Music Conservatory of Venice and was showed there during the last edition of Venice Biennale. It is now specifically reorganized to its presentation in Portugal to pay Tribute to David Bowie and to his less known field of expression, the visual arts. “The Sound of Creation” results from the creative collaboration between the amazing South African artist Beezy Bailey and Brian Eno, the well known music composer and artist. It features a wide range of works of art in painting, accompanied by specific and original music sound tracks. Through this production, three curators, Carlos Cabral Nunes, Luca Berta and Francesca Giubilei, along with the two artists, proposes a reflection about art, visual assimilation and interaction with senses of sight and hearing. In the gallery space, the exhibition grows vertically, with the artworks being displayed along the labyrinthine path provided by the architectural structure of the building. As result, the visitor is guided into a physical and emotional journey and dives’ in a very peculiar creative experience within the confluence of these two artists. More than 40 paintings merging with the musical pieces, makes a unique visual art body. The exhibition summons the renewed look on the act of enjoying music and seeing art. Here, music, art and the architectural space of the gallery combine to create an existential experience where music is not to be heard only with the ears and painting should not be appreciate only with the eyes. The first becomes visible and the second poetically audible.

Apoios-bb2

Artur Bual - Exposição Retrospectiva | 2.11> 23.12.2015

Bual-BNfn
 
CASA DA LIBERDADE - MÁRIO CESARINY e PERVE GALERIA  | Localização: mapa | HORÁRIO: 2ª feira a Sábado, das 14h às 20h | Entrada livre 
 
A Exposição Retrospectiva de Artur Bual assinala o duplo aniversário da Casa da Liberdade - Mário Cesariny e da Perve Galeria, sendo apresentada em simultâneo nos dois espaços.
Artur Bual foi um dos maiores vultos da pintura portuguesa do século XX. Autor de uma obra notável, a sua importância para as artes visuais nacionais é evidente mas está ainda longe de ser plenamente compreendida, razão pela qual a realização desta mostra assume fundada pertinência.
Fazer uma grande exposição em torno da sua obra é não apenas uma questão de justiça para com um dos grandes mestres das artes visuais nacionais, como um importante reconhecimento do seu legado para as futuras gerações de artistas, agora que passam 16 anos sobre o seu falecimento.
São mostradas centena e meia de obras de referência no percurso do artista, a par com obras nunca antes expostas, produzidas num arco temporal que vai desde a década de 1940 até ao ano da sua morte, em 1999. Destacam-se, além de um núcleo raro que reporta aos primeiros anos da carreira do pintor, um conjunto importante de retratos imaginários de poetas tais como Camões, Pessoa, Pascoaes, Sofia e Cesariny.
A exposição contempla ainda um espaço de evocação do atelier do pintor, recriando o ambiente de intimidade e criação ali vivido, com recurso a materiais do artista e a documentação fotográfica, áudio e vídeo, assim como a projetos, objetos e esquissos de obras deste notável artista plástico português, nascido em Lisboa a 16 de Agosto de 1926. Patente até 23 de Dezembro.

Exposição 7+5=1 | 1.9 > 3.10.2015

TitanPERVE GALERIA | Localização: mapa | HORÁRIO: 2ª feira a Sábado, das 14h às 20h 
 

A Perve Galeria inaugura no dia 1 de Setembro, 3ª fª, às 18h, a exposição 7+5=1.

Sete artistas, de cinco geografias, construtores de um novo arquipélago, é este o mote da exposição colectiva que reúne obras de Alex da Silva (Cabo Verde - União Africana) Benavidez Bedoya (Argentina), Carlos Tardez (Espanha - União Europeia), Choichi Nishikawa (Japão), Sérgio Santimano (Moçambique - União Africana), Subodh Kerkar (India) e Rodrigo Bettencourt da Câmara (Portugal - União Europeia).

A mostra promove uma reflexão sobre uma arte feita à escala global, espelho da necessidade de edificação do sonho comum, para que uma sociedade plural, simultaneamente convergente na necessidade de pacificação, possa ser uma realidade. 

Patente até 3 de Outubro.

 

 

Exposição individual de João Ribeiro | 09.06 - 25.07.2015

PERVE GALERIA | Localização: mapa | HORÁRIO: 2ª feira a Sábado, das 14h às 20h 

>> Clique para ver: Catálogo | Imagens em Alta Resolução

FB JRibeiroNo dia 9 de Junho, pelas 18h, a PERVE GALERIA, de Alfama, inaugura “Whispers”, exposição individual que marca o regresso de João Ribeiro após vários anos de ausência do meio galerístico motivado pelo desenvolvimento de novos caminhos plásticos e narrativos.

A exposição, patente até 25 de Julho, reúne mais de meia centena de trabalhos realizados em épocas distintas, que nos trazem uma iconografia renovada, onde o divino e o profano se encontram, evidenciando uma persistente dualidade de significação que desde há muito caracteriza a obra do autor.

Suporte para o processo criativo (alquímico) de João Ribeiro, essa duplicidade de significado é exponenciada em obras onde o objecto se faz corpo de uma metamorfose plástica persistente, patente nas texturas e nos planos através dos quais o autor dá expressão à manipulação da imagem e à reconfiguração da sua gramática visual anterior.

João Ribeiro tem longo e profícuo percurso, iniciado na década de 1980. Cursou Belas Artes e expõe de forma regular, individualmente e colectivamente, há mais de 30 anos, em galerias e espaços institucionais. A sua obra valeu-lhe o prémio de pintura “Espírito Santo Esteves”, na II Bienal de Chaves, e está representada em colecções tais como Caixa Geral de Depósitos, CTT, BCP,  Museu de Arte e Pintura Diogo Gonçalves, Ministério da Justiça, entre muitas outras colecções portuguesas e estrangeiras.

Patente, na PERVE GALERIA, até dia 25 de Julho, de 2ª a Sábado das 14h às 20h.

 

Exposição individual de Ernesto Shikhani | 14.4 - 30.5.2015

PERVE GALERIA | Localização: mapa | HORÁRIO: 2ª feira a Sábado, das 14h às 20h

 Clique para ver: Catálogo | Imagens em Alta Resolução

Shikhani2015Cinco anos após o falecimento de Ernesto Shikhani e no momento em que se assinalam 40 anos da independência de Moçambique, seu país de origem, a PERVE GALERIA realiza uma exposição individual alargada a cinco décadas da sua produção artística.

São mais de meia centena as obras de pintura, desenho e escultura em exibição, sobressaindo uma invulgar escultura patinada e um conjunto de trabalhos inéditos de pinturas sobre papel que reportam à fase inicial do seu percurso artístico (década de 1960).

Entre as obras que se apresentam, estão algumas das mais surpreendentes pinturas a óleo, de grandes dimensões, que integraram a primeira exposição individual que Shikhani realizou em Portugal, ainda no período da ditadura e na sequência da atribuição, em 1973, de uma bolsa artística da Fundação Calouste Gulbenkian.

Tendo em conta a conjuntura política que se vivia e o carácter veementemente revolucionário da sua criação plástica, Ernesto Shikhani vê, nessa ocasião, ser-lhe retirada a bolsa, sendo forçado a regressar a Moçambique sem as obras expostas.

Deixadas em Lisboa à guarda de amigos, as obras permaneceram ocultas por várias décadas, tendo sido resgatadas em 2004 - altura em que realizámos a primeira exposição individual do autor na Perve Galeria. Mesmo hoje, dada a sua singularidade, dimensão e importância, são obras que não deixam ninguém indiferente.

Por tudo isto, esta mostra constitui uma boa oportunidade para conhecer ou rever, de forma transversal, a obra deste autor fundamental na produção plástica africana.

Patente, na PERVE GALERIA, até dia 30 de Maio, de 2ª a Sábado das 14h às 20h.