Perve Galeria

Exposições

Antológica de Vítor Rua | 8.10 > 9.11.2013

vitor rua banner jornal peq
 
 
PERVE GALERIA | Localização: mapa | HORÁRIO: 2ª feira a Sábado, das 14h às 20h 
 
  
 
A Perve Galeria de Alfama apresenta entre 8 de Outubro e 9 de Novembro de 2013 a Exposição Antológica de Vítor Rua: Hate Music. Love Art.
 
Entre música, vídeo, pintura e objectos, a mostra congrega, de forma inédita, um vasto conjunto de obras exemplificativas dos mais de 30 anos da actividade artística deste icónico músico, compositor, videoasta e artista plástico português.  
 
Estão ainda em cartaz vários espectáculos de música e performance com a actuação de Vítor Rua e artistas convidados, lançamentos de edições artísticas, visitas guiadas e sessões de autógrafos.  

Ernesto Shikhani & Reinata Sadimba | 27.08 > 21.09.2013

Rei Shik Bn

.
PERVE GALERIA - ALFAMA | Localização: mapa | HORÁRIO: 2ª feira a Sábado, das 14h às 20h 
 
Shikhani   &   ReinataR053 Reinata Gr 
arte contemporânea   |  Moçambique
Curadoria  de  Carlos Cabral Nunes
 
 
A Perve Galeria de Alfama apresenta entre 27 de Agosto e 21 de Setembro de 2013 a exposição conjunta de dois dos mais relevantes autores contemporâneos de Moçambique - Ernesto Shikhani & Reinata Sadimba.

Actualmente considerados entre os mais destacados artistas do continente africano - ele na escultura em madeira e na pintura, ela na escultura cerâmica - a sua crescente afirmação decorre da construção visual de estéticas muito singulares, expressas num conjunto de formas “fantásticas” que os representam particularmente no seio de algumas das mais icónicas coleções de arte da actualidade.

 


 

Real-Surreal - 27.06 > 21.07.2013

Surreal Banner

 

CASA DA LIBERDADE - MÁRIO CESARINY e PERVE GALERIA  | Localização: mapa | HORÁRIO: 2ª feira a Sábado, das 14h às 20h | Entrada livre 
 
 
PERVE GALERIA de ALFAMA e a CASA DA LIBERDADE – MÁRIO CESARINY apresentam “REAL-SURREAL”, exposição que assinala os 64 anos sobre a primeira exposição do anti-grupo “Os Surrealistas” fundado por Mário Cesariny e demais companheiros na década de 40 do século XX. A iniciativa integra dois polos expositivos distintos - “Real” e “Surreal” - que se conjugam numa homenagem simultânea e fraterna à figura tutelar que foi Mário Cesariny, aos membros do anti-grupo surrealista português e a todos aqueles que, por via da afinidade artística e intelectual, com eles estabeleceram relação nas décadas posteriores ao seu aparecimento.

18 de junho, às 18h, no dia exato em que se cumpriu o 64º aniversário da apresentação inicial de “Os Surrealistas” (em 1949, na sala de projeções da Pathé Baby, à Sé de Lisboa) inaugurou, na Casa da Liberdade - Mário Cesariny, o polo “REAL”.

Esta primeira parte da mostra, introduz documentalmente o projeto do novo espaço cultural da Perve Galeria, a “Casa da Liberdade - Mário Cesariny” e o seu mentor, procurando dar a conhecer os fundamentos de um sonho agora materializado que se funde com os esteios deste amplo projecto artístico, iniciado no ano 2000.

27 de junho18h, a Perve Galeria em Alfama, amplifica este tributo com a inauguração do polo “SURREAL”, numa revisitação à célebre exposição de 1949 que, enquanto gesto de afirmação, se inculcou na história artística nacional, influenciando intimamente sucessivas gerações de criadores.

Autores Integrados: Alfredo Luz, António Areal, António Paulo Tomaz, António Quadros, Cabral Nunes, Carlos Calvet, Carlos Eurico da Costa, Cruzeiro Seixas, Eurico Gonçalves, Fernando José Francisco, Henrique Risques Pereira, Isabel Meyrelles, Jorg Remé, Jorge Pé-curto, Mário Cesariny, Mário Henrique Leiria, Raul Perez e Rik Lina. 

 

Eros | 16.05 > 22.06.2013

PERVE GALERIA - ALFAMA | Localização: mapa | HORÁRIO: 2ª feira a Sábado, das 14h às 20h 

F Lemos

 

 

A Perve Galeria de Alfama abre portas ao fascinante mundo de Eros, dando a conhecer uma coleção relevante, dedicada a este tema, que foi sendo desenvolvida ao longo de 25 anos por um prestigiado clínico português, o Dr. Jorge Rocha Mendes.

O seu interesse repartido entre a medicina e arte, conduziu-o à constituição de um riquíssimo espólio temático, cobrindo uma vasta extensão geográfica e temporal, que reflete a visão de várias civilizações em torno do erotismo e da sexualidade.

A coleção tomou forma ao sabor de aquisições proporcionadas pelas viagens do seu mentor que aliou ao pensamento humanista com que a arquitetou, o gosto do exotismo das “câmaras de maravilhas” e dos “gabinetes de curiosidades” quinhentistas, onde predominava uma multiplicidade de raridades e objetos invulgares que traduziam uma visão particular do mundo explorado pelo indivíduo no seu sonho de o desvendar.

Dotada de uma surpreendente diversidade, esta coleção - onde “cada peça é uma história de amor com diversos significados” – é, na presente exposição, complementada com obras do acervo nacional e internacional da Perve Galeria.

Da fotografia, à escultura passando pela pintura e pelo objeto, todo o conjunto se compõe em torno de temáticas invariavelmente ligadas ao erotismo nas suas múltiplas vertentes: do corpo como objeto de desejo, à fertilidade, ao voyeurismo, aos mitos, fantasias e à expressão popular de pendor libertino e trocista, de tudo um pouco, ligado a Eros, se pode encontrar nesta mostra singularmente extraordinária e irrepetível.

INAUGURAÇÃO: 16 de maio, 18h | Patente até  22 de junho de 2013.

 

13º Aniversário da Perve Galeria 15.03 > 20.04.2013

13aniv banSite

 

PERVE GALERIA | Localização: mapa | HORÁRIO: 2ª feira a Sábado, das 14h às 20h 

 

 

A Perve Galeria de Alfama assinalou o seu 13º aniversário, dia 15 de Março, com a apresentação de exposição alargada que sintetiza 13 anos de intensa atividade artística.

A mostra integra um núcleo central que perpassa retrospetivamente as exposições realizadas no decurso do último ano, dando destaque às iniciativas desenvolvidas em torno da obra de Aldo Alcota, Cruzeiro Seixas, Dorindo Carvalho e Carlos Zingaro, assim como à apresentação da Coleção Lusofonias em Oeiras.

Paralelamente apresenta um núcleo de obras que assumem especial relevância no acervo da galeria, atendendo à importância que no panorama das artes se atribui aos autores envolvidos. Falamos de artistas internacionais tais como Dieter Roth, Eugenio Granell, Giorgio De Chirico, Leonor Fini, Luis Feito, Man Ray, Pablo Picasso, Sónia Delaunay, Vitor Brauner e de autores nacionais tais como Artur Bual, Eduardo Nery, Fernando Lemos, Manuel João Vieira, Mário Botas e Mário Cesariny, entre outros.

Está patente igualmente um conjunto de trabalhos inéditos que, embora pertencendo ao acervo da Perve Galeria, nunca antes foram mostrados ao público e onde se destaca uma obra de Nadir Afonso, datada de 1968 e uma tapeçaria de grandes dimensões da autoria de Francisco Relógio.

Patente até 20 de Abril, de 2ª feira a sábado, entre as 14h e as 20h.

 


No contexto da inauguração, teve lugar uma performance artística realizada por João Garcia Miguel, encenador amplamente reconhecido e premiado, escritor, performer e artista plástico, cuja obra plástica está também patente na exposição. Recorde-se que João Garcia Miguel iniciou a sua carreira nos anos 90 tendo-se estabelecido como um marco fundamental do panorama cultural e especificamente no tema da renovação da linguagem teatral do final do século XX em Portugal.