Perve Galeria

Área de Imprensa

Introdução ao 2º Encontro de Arte Global

2EAG Cartaz PN

>>>Clique para ver: Documentação | Programa | Catálogo

Nove anos depois da 1ª edição, realiza-se o 2º Encontro de Arte Global, evocando Mário Cesariny no local mais simbólico e emblemático de Portugal: o Panteão Nacional. Entre 1/11/2008 e 31/01/2009, as actividades estenten-se ainda a outros locais, em Portugal e no estrangeiro.

O CMP-Colectivo Multimédia Perve, associação sem fins lucrativos fundada em 1997 com o propósito de divulgar e promover o conceito de Arte Global realiza de Novembro a Janeiro o 2º Encontro de Arte Global: um acontecimento artístico, mobilizador e inovador, centrado na figura multidisciplinar que foi Mário Cesariny de Vasconcelos.

Terão lugar acções que envolvem distintas expressões artísticas, das artes plásticas, às artes performativas, ao audiovisual, à poesia, à literatura. Haverá ainda ciclos de debate, conferências e ateliês/workshops de abordagem ao conceito de Arte Global, iniciado pelo CMP nos anos 90 do século passado.

O conceito e direcção artística são da responsabilidade de Carlos Cabral Nunes, que convidou autores e comissários à realização de projectos específicos de curadoria tendo por base este novo conceito de arte.

Salientam-se as participações de Boris Ognianov Danailov (Bulgária), Chris Hales (Reino Unido), Fernando Aguiar (Portugal), João Garcia Miguel (Portugal), Olga Marcinkiewicz (Polónia), Pilvi Kalhama (Finlândia), Tomáš Vlček (República Checa) e Vitor Rua (Portugal), entre muitos outros.

Em cartaz destacam-se: 1) Exposição Evocativa de Mário Cesariny (no Panteão Nacional) com obras realizadas entre 1947 e o ano do seu falecimento (2006), provenientes da colecção da Perve Galeria e de várias colecções particulares;  2) Exposição Internacional Itinerante“Mobility –Re-reading the future”, (no Panteão Nacional), incorporando obras de 20 jovens autores europeus, oriundos de Portugal, Finlândia, Polónia, República Checa e Bulgária; 3) Espectáculo “A Velha Casa” de Luís Pacheco, encenado por João Garcia Miguel, (num edifício devoluto da Junta de Freguesia de Santo Estêvão - Alfama). E ainda exposições na Perve Galeria, colóquio de arte "Conversas no Coro Alto", ciclo de "Intervenção e Performance" comissariado por Fernando Aguiar e 2 ateliês de Arte Global dirigidos pelo mago Inglês da interactividade, Chris Hales.


Ateliês de Arte Global: Refira-se, a propósito, que Chris Hales foi um dos maiores responsáveis, nos últimos 15 anos, pelo desenvolvimento do multimédia interactivo na Europa por meio das centenas de acções de formação em interactividade que tem dado em quase todos os países europeus, com excepção para Portugal, algo que agora vem fazer, desta feita integrando o conceito de Arte Global. Recentemente, foi realizada uma mostra antológica do seu trabalho artístico e interactivo na Trienal Internacional de Arte Contemporânea de Praga e o seu mais recente trabalho foi a integração digital e multimédia do primeiro filme interactivo da história, "Kinoautomat", realizado inicialmente por Raduz Cincera para a expo de Montreal no Canadá, em 1967. 

As inscrições para participação nos ateliês de Arte Global são sujeitas a selecção prévia, estando abertas até ao fim de Outubro, devem ser endereçadas para  This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. , acompanhadas por Curriculum Vitae dos candidatos. Também a participação nas conferências é sujeita a inscrição, no mesmo endereço electrónico. Informações sobre a iniciativa, em permanente actualização, podem ser encontradas em www.perve.org.pt ou solicitadas através do telefone 218822607 (+info).

Contributos para a discussão sobre Arte Global: Outro dos objectivos do 2ª Encontro de Arte Global é realizar, através de debates/conferências e de ateliês de Arte Global, entre outras iniciativas do programa, uma reflexão ampla sobre a Arte Global no actual contexto social, cultural, político e até religioso das sociedades contemporâneas, sobretudo nesta altura em que o paradigma económico e financeiro está posto em causa e equacionar a sua pertinência num espectro futuro de mundo amplamente globalizado.

Por forma a enriquecer o debate em torno desta questão e do conceito de Arte Global, é solicitada a participação de todos os que se queiram envolver, prestando o seu contributo escrito de forma tanto mais poética quanto possível, uma vez que existirá uma integração de textos seleccionados na documentação que vai ser distribuída aos participantes e ao público no decorrer do "Encontro" e que este, nunca é demais dizê-lo, é realizado evocando esse grande poeta português que foi Mário Cesariny. O prazo para recepção destes contributos termina no final até final do mês de Outubro e os textos devem ser enviados para o endereço electrónico referido acima, devidamente identificados quanto à sua autoria e mencionando contacto para resposta. Aos autores dos contributos seleccionados a organização promete retribuir com a oferta de um múltiplo artístico do homenageado Mário Cesariny de Vasconcelos. Imperdível e apetecível, decerto.