Perve Galeria

Notícias

Figueiredo Sobral | 17.12.2019 > 29.02.2020


 FigueiredoSobral

 

Clique para ver:  Catálogo [ Versão PDF ]  [ Versão ISSUU ]
 

PT | Inaugura dia 17 de dezembro às 18h, a exposição sobre a obra de Figueiredo Sobral durante o tempo compreeendido da sua estadia no Brasil, por volta dos anos 70. José Maria Figueiredo Sobral nasceu em Lisboa em 1926 e faleceu na mesma cidade em 2010, aos 85 anos de idade, artista multifacetado dominava não só a pintura como também o design gráfico, ilustração, cenografia e poesia.

A mostra composta por 98 obras do mestre surrealista português celebra a sua vida de produção artística diversificada através da sua capacidade técnica que abrange a colagem, a pintura em relevo, a escultura em metal, cerâmica, entre outros.

Click to view:  Catalogue [ PDF Version ]  ISSUU Version ]

EN | On December 17th, at 6pm, the exhibition on the work of Figueiredo Sobral during the time understood from his stay in Brazil, around the 1970s, opens its doors to the public. José Maria Figueiredo Sobral was born in Lisbon in 1926 and died in the same city in 2010, at the age of 85, multifaceted artist dominated not only painting but also graphic design, illustration, scenography and poetry.

The exhibition is composed of 98 works by the Portuguese surrealist master celebrates his life of diversified artistic production through his technical capacity that includes collage, relief painting, metal sculpture, ceramics, among others.

AKAA - Also Known As Africa | Paris | 09.11 > 11.11.2019

Banner AKAA

 

LE CARREAU DU TEMPLE | Location: Booth A6
 Click to view:  Catalogue [ PDF Version ]  [ ISSUU Version ]
High resolution images [here]

 

EN| Perve Galeria will be present at the 4th edition of the AKAA, the art fair in France devoted to African contemporary art that returns to Carreau du Temple (Paris) from 9th to 11th November.

Since its first edition in 2016, AKAA stands for a multifaceted Africa, foregrounding artists of the diaspora as well as others from diverse origins with a personal link to the continent. This year’s edition will host 44 exhibitors and intends to highlight the artistic quality of African works and emphasize its impact. The event can be seen as a contemporary art map, bringing all attention to the territory, placing Africa in its center.

Read more: AKAA - Also Known As Africa | Paris | 09.11 > 11.11.2019

Coleção Lusofonias em Ancara | 19.09 > 4.10.2019

Banner Ankara final

Portuguese Embassy & FADA gallery in Bilkent University Location: Ankara, Turkey.
Click to view:  Catalogue
 [ PDF Version ]  [ ISSUU Version ] Booklet [ PDF Version ]  [ ISSUU Version ]
High Resolution Images [here]

EN|The LusoFonias collection will be presented at the exhibition "Connecting to Portugal and to the Portuguese-speaking World - A Modern and Contemporary Art" at two locations in Ankara, Turkey, at the Portuguese Embassy in Ankara, which will begin on September 18th, and at the Bilkent University Fada gallery, which will be on display on September 19th till October 4th, ending with a Finissage to celebrate October 5th, commemoration date of the Portuguese independence through the commemoration of the Implantation of the Republic in 1910.

It brings together works by an admirable group of artists from Portugal and various Portuguese-speaking countries and communities such as Brazil, Angola, Mozambique, Cape Verde, Guinea-Bissau, São Tomé and Príncipe, Macau (China) and Goa (India). This exhibition results from the selection made from a vast collection of art, initiated in 1999, by Perve Galeria. Of the most prestigious contemporary authors presented in this exhibition, stand out: Cruzeiro Seixas (Portugal), Ernesto Shikhani (Mozambique), Manuel João Vieira (Portugal), Marcelo Grassmann (Brazil), Manuela Jardim (Guinea-Bissau), Tchalé Figueira (Cape Verde), among others.

Read more: Coleção Lusofonias em Ancara | 19.09 > 4.10.2019

Reviver "Os Surrealistas" em Lisboa, 70 anos depois | 26.6 > 7.9.2019

OsSurrealistas70-Bn2

 

Inaugura dia 26 de junho, 18h, a primeira exposição do ciclo "Os Surrealistas", com um tributo a Cruzeiro Seixas intitulado "Construir o Nada Perfeito", no atmosfera m Lisboa (Associação Mutualista Montepio, R. Castilho, nº5).

O ciclo decorre por ocasião da celebração dos 70 anos sobre a 1.ª exposição do anti-grupo surrealista português “Os Surrealistas”, fundado por Cruzeiro Seixas e Mário Cesariny, acompanhados pelos demais artistas que, na década de 40 do século XX, operaram em Lisboa a maior revolução cultural que o país experimentou na época.

Recordando a célebre exposição que, em 1949, teve lugar na sala de projeções da Pathé Baby, junto à Sé de Lisboa, pretende-se, desta forma, homenagear os membros daquele anti-grupo surrealista português e todos os outros autores que, por via da afinidade artística e intelectual, com eles estabeleceram uma relação nas décadas posteriores.

Sob a curadoria do diretor artístico da Casa da Liberdade - Mário Cesariny, Carlos Cabral Nunes, apresenta-se um conjunto de obras históricas, provenientes da coleção desta instituição, a par com documentação original, em vários suportes, relativa a este movimento artístico, ímpar no contexto nacional.

Ler mais: Reviver "Os Surrealistas" em Lisboa, 70 anos depois | 26.6 > 7.9.2019

"W.R.S." - 5.º aniversário da Casa da Liberdade - Mário Cesariny | 02.11 > 22.12.18

WRS banner
 
 
CASA DA LIBERDADE – MÁRIO CESARINY e PERVE GALERIA | Localização: Mapa | Horário: 3ª feira a Sábado, das 14H às 20H

 

PT | A 2 de novembro, no dia em que cumpre o 5º aniversário da Casa da Liberdade - Mário Cesariny e em que passam 12 anos sobre a última exposição do poeta e pintor surrealista Mário Cesariny de Vasconcelos, ocorrida na Galeria Perve, as duas instituições abrem as portas conjuntamente para acolher a exposição coletiva "WRS | Resistence, Revolution and Sunflower (the dreamers effect)", que pretende refletir sobre as múltiplas guerras, não apenas as bélicas, que assolam a nossa vivência nas sociedades contemporâneas globalizadas.
Subintitulada Resistência, Revolução e Girassol (o efeito dos sonhadores), a mostra reúne autores provenientes de diversas latitudes que têm demonstrado, ao longo do seu percurso artístico, uma constante atitude de inquietação perante o estado do mundo e os sucessivos conflitos que vão deflagrando.
O mote desta exposição parte do projeto "War is Stupid" que foi iniciado em 2015 por Tchalé Figueira, autor cujo trabalho, desenvolvido a partir de Cabo-Verde, tem alcançado projeção internacional. A série aqui exposta reúne pinturas de grande dimensão que retratam a visão pessoal do artista sobre as atrocidades da guerra.

Ler mais: "W.R.S." - 5.º aniversário da Casa da Liberdade - Mário Cesariny | 02.11 > 22.12.18